Sobre Guilherme Bordini Fotografias

Guilherme Bordini

Fotografia é Amor

Natural de Ribeirão Preto - um dos mais ricos, importantes e bem situados municípios do estado de São Paulo, Região Sudeste do Brasil - local onde foram feitas suas primeiras fotos, quando descobriu sua vocação para trabalhar com essa arte, inicialmente como hobby, nas fotos noturnas da cidade. Estreou na fotografia realizando seus primeiros trabalhos em aniversários infantis, 15 anos e em seguida, casamentos, ensaios e não parou mais. Hoje, aos 39 anos, responsável por realizar em média 40 casamentos por ano, é, sem sombra de dúvida, um dos mais renomados fotógrafos especialistas em “foto arte em eventos sociais”, ele reflete toda sua maneira peculiar de enxergar o mundo nas fotos que faz.

Atribui o know-how que obteve durante anos de trabalho, a Livros especializados, workshops, autodidata em muitos casos e conversas com alguns profissionais, como João Rossato (Grupo Amigos da Fotografia), mas sempre buscando o diferencial em cada trabalho realizado, de forma espontânea onde aprendizado necessário para ser diferente, ousado, inovador e ao mesmo tempo, técnico, produzindo fotos inéditas, registrando o momento inesquecível de felicidade, transmitindo sentimento em seus “clicks” e uma emoção a outras pessoas. Dedicado em sua paixão pela fotografia é dono de um estilo inconfundível, totalmente espontâneo, particular e único.

O talentoso fotógrafo garante a qualquer um, sair-se muito bem ao ser clicado por suas lentes através do seu ponto de vista, tudo que fotografa tem um sentido ímpar, porém com o seu significado óbvio, com isso o resultado são álbuns arrojados que agradam a todos os gostos, sendo inúmeros os clientes satisfeitos e os apreciadores da arte que compreende uma linguagem da luz e uma metodologia com tendências inovadoras sem perder o passado, unindo o novo com o velho. Sempre receptivo, de sorriso fácil, é impossível não ser fotografado por Guilherme Bordini e se identificar com uma energia e sensibilidade que são característicos. Afirma o fotógrafo que o objetivo primordial de seu trabalho é o relacionamento interpessoal, estar preparado para conhecer, relacionar-se e comunicar-se com qualquer pessoa, em qualquer situação, obtendo-se assim “clicks” com o melhor do indivíduo e captando esse predicado na arte de fotografar, que ele acredita ser um autorretrato. "Fotografar é nada mais que fazer uma troca. Uma fotografia é algo sublime, com uma missão para ajudar as pessoas, fazer o máximo em cada momento para serem sempre recordados ".